A importância das parcerias e os resultados positivos para a comunidade escolar do Gaspar

A troca e a reciprocidade tem sido fatores fundamentais para o sucesso de qualquer parceria, não importa o setor dela. E quando essa parceria visa o crescimento e a manutenção de uma comunidade escolar, vários segmentos sociais são necessários. No caso do Colégio Gaspar Silveira Martins, muitas entidades têm colaborado para o funcionamento da engrenagem que rege o educandário.

CÍRCULO DE PAIS E PROFESSORES

Há quatro anos participando do Círculo de Pais e Professores e presidindo o CPP pela segunda vez, Janice Inês Ehlert entende que família e escola precisam trabalhar juntas. 'No momento que escolhemos uma escola para nossos filhos, estamos inseridos', destaca Janice, que é mãe da Júlia, aluna do 8º ano do Gaspar. Ela explica que a principal atuação do CPP está relacionada à organização das atividades da escola. O grupo, formado por pais, professores e colaboradores, se reúne mensalmente e auxilia na programação de festas, encontros, eventos da Rede Sinodal e feiras. Além disso, em todas as reuniões, as mães que representam cada turma são convidadas a participar e apresentar alguma ideia ou demanda. Janice diz ainda que o CPP é um grupo muito atuante e disposto 'Essa cumplicidade entre escola e pais é fundamental. A família precisa da escola e vice-versa. Se formos apaixonados pela escola dos nossos filhos, eles também serão'.


GRÊMIO ESTUDANTIL

Enquanto o CPP representa pais e professores, há uma turma representante dos alunos e igualmente interessada no bem-estar na escola. Trata-se do Grêmio Estudantil do Colégio Gaspar. Atualmente ele é presidido por Natana Luíza Vogt, de 16 anos, aluna do 2? anos do ensino médio. Eleita em novembro de 2017, ela revela que o principal objetivo para 2018 seria uma sala de convivência. Mas, conversando com o diretor Tiago Becker, a definição foi por uma reformulação em todo o pátio para garantir uma área que pudesse integrar todas as turmas. Para que as propostas saiam do papel, o Grêmio Estudantil trabalha na realização de eventos para arrecadar dinheiro. Entre as atividades, está a Noite Tropical, a Noite do Soninho e a rifa de Páscoa. 'Só conseguimos realizar essas atividades porque temos apoio e ajuda dos professores e alunos', revela Natana. 'O Grêmio Estudantil é uma ponte entre aluno e professor. Somos um grupo que representa a escola inteira, então estamos sempre aprendendo sobre como liderar, comunicar e trabalhar em grupo, para respeitar a vontade da maioria'.


DIE SCHWALBEN

Conhecido em toda a região e até na Europa, o Grupo de Danças Folclóricas Alemãs Die Schwalben é mais um parceiro do Gaspar na mútua ajuda. Segundo a presidente do Die Schwalben, Adriana Becker, o colégio cede o auditório, semanalmente, para os integrantes ensaiarem as coreografias das duas categorias: oficial e casais. 'Com isso, numa forma de retribuir, coordenamos um grupo infantil de danças com alunos da escola. E não tem lugar melhor que uma escola para incentivar a tradição e a dança', salienta Adriana. Atualmente, são 18 crianças que participam do projeto. Uma delas é Peter Bender, de 12 anos, aluno do 7º ano. Incentivado pelos pais, diz que gosta muito e que é uma forma de preservar a cultura alemã.

Por Débora Kist - Folha do Mate