Gaspar: novas experiências são movidas pela arte

Criatividade, participação e interesse, estes aspectos são trabalhados no Colégio Gaspar para desenvolver a manifestação cultural entre os estudantes. Movidos pela música, teatro e demais disciplinas voltadas para a arte, os alunos convivem com diferentes experiências transformadoras que vão além das expressões culturais.

Na grade de atividades extracurriculares, os alunos participam das aulas de teatro, do coral e do conjunto instrumental, ministradas por Rafaela Wenzel, Gustavo Carvalho, Alberto Sindelar e Bruno Félix, respectivamente. De acordo com o professor Alberto Sindelar, cada atividade atinge um certo propósito. A partir do primeiro contato com os instrumentos, o gosto musical passa a aflorar e eles passam a desenvolver as habilidades. 'A música proporciona novas experiências e o trabalho em equipe faz com que os alunos passem a assumir responsabilidades', afirma.

Para o professor dos corais e instrumentos, Gustavo Henrique Carvalho, a música é muito enriquecedora para o desenvolvimento dos alunos. 'Tudo funciona de forma conjunta, as aulas de música estão interligadas com as demais disciplinas', salienta.

De acordo com o professor, há um respeito mútuo entre os estudantes e o convívio em equipe desperta o interesse do trabalho em coletividade. 'Os alunos se doam para a música e contribuem ao máximo para o trabalho dos professores. O aprendizado é de ambas as partes', confessa Gustavo.

Já para a professora de Artes Cênicas, Rafaela Aline Wenzel, o teatro trabalha com o corpo de uma forma especial, desenvolve a expressão e o autoconhecimento. ' As aulas são voltadas para o conteúdo específico de artes cênicas. Para que possamos transformá-los em estudantes melhores através do desenvolvimento da expressão corporal e conhecimento exige muito trabalho e dedicação', considera. Estas práticas o fortalecem como seres humanos, pois também tem papel importante na desinibição, inteligência social e expõe a criatividade de forma artística.

Aulas de língua estrangeira despertam o imaginário
Desde a educação infantil, os alunos do Colégio Gaspar já têm o primeiro contato com a língua estrangeira, em especial o inglês. O projeto implantado com as crianças está voltado para atividades lúdicas que despertam o interesse dos alunos. Segundo a professora de inglês Márcia Streich, quando pequenos eles têm mais facilidade de assimilar uma outra língua. 'Os alunos da educação infantil ainda não têm aparelho fonador formado, e isso contribui no desenvolvimento da fala, as crianças fazem a pronúncia correta, gravam as palavras com facilidade e relacionam o contexto com a língua', afirma.
Diferentes recursos e materiais são utilizados em sala de aula, com o objetivo de permear as quatro habilidades (audição, fala, leitura e escrita). De acordo com a professora, o contato com a língua estrangeira contribui para o desenvolvimento infantil em vários aspectos. 'As aulas despertam criatividade, concentração e curiosidade nos alunos, fazendo com que outras áreas do cérebro sejam trabalhadas', afirma.

Língua estrangeira - No colégio Gaspar são trabalhadas três disciplinas de língua estrangeira: inglês, alemão e espanhol.

Por Taiane Kussler - Folha do Mate